27/03/2009

No espelho que reflete meu interior


Analisando meus pensamentos cheguei a concluir, que se a vida fosse somente coisas boas, elas não seriam tão boas assim, pois precisa ter algo ruim para que se tenha coisas boas. E no declínio que as pessoas que tem seus dons, conseguem expandir suas mentes, suas capacidades, insanidades, enfim os sentimentos e atitudes que os fazem bem.
Meu bem é preciso ser mal pra depois seja bem.

Ana Cavalcante

25/03/2009

Melhorias necessárias

Minha realidade hoje
Hoje quando paro pra pensar nos meus relacionamentos antigos, percebo o porque não deu certo e onde eu errei, primeiro criei uma idealização de pessoa ao qual eu desejaria, segundo erro queria que essa idealização estivesse naquela pessoa, terceiro cobrei o que eu não poderia cobrar pois ela não era aquilo que eu queria, eu sofri bastante por cobrar das pessoas, sentimentos e atitudes a qual elas não eram capaz de me doar e nem eu capaz de enteder, que elas não eram aquilo que eu esperava que fosse.
Agora depois de perceber que minhas idealizações era simplesmente egoísmo demais da minha parte, pois não poderia querer, pois nem queria doar que eles também exigiam de mim, hoje não carrego mágoas, pois não amei a ninguém do meu passado, amava as minhas idéias, as idéias de "perfeição" para o meu equilíbrio, desculpe a vocês que fiz sofrer, tudo foi um engano, uma "visão ilusória" que os meus desejos queriam e deixei me levar.
Resolvi parar com esses desejos tolos e respeitar as diferenças, aceitando as pessoas como elas são com suas qualidade e seus defeitos, e não querer mudar ninguém, apenas melhorar algo que esteja distorcido, turvo. Não cobrar das pessoas mais do elas sejam capaz para me oferecer, enfim aceitar as pessoas como elas são, para que aceitarmos a nós também, hoje vive seguindo essa linha de pensamento, me tornei uma pessoa feliz, realizada.
Hoje amo a mim com uma intensidade que não imaginei existir, não vou menti, as vezes tenho atitudes que demostra que não tenho amor próprio, mas todos tem seus deslizes, acontece e tenho consciência disso, bem voltando ao assunto do amor, dessa forma de respeitar o amor dos outros, me amo mais e me sinto muito amada.

25/03/2009
Ana Cavalcante

24/03/2009

Poemas que regurgitei no começo da adolescência

Fútil
O que sinto é ódio,
Raiva dos dias que vivo!

A dor dessa ferida,

Chega a ser tão boa,
Quanto a olhar-te, e não tocar.

E entediaste e fútil,
Acordar com tudo do jeito que já estava,

Ou até pior.

O silêncio do meu pensamento,

É vulnerável a qualquer ruindo.
Queria que fosse interronpido,
pelo teu gemido de prazer e dor.

...Te Quis...
Você apenas usou.
Não quis nem saber.
O que você plantou,
Deveria colher.
Tem muito carinho aqui
Onde você passou e plantou
Aquele que te quis
Que sempre te amou
E a tristeza que ficou
E tudo que era amor Sumiu, acabou.

Afago
O que eu desejo é teu beijo.
O beijo da morte que cala.
O beijo da morte que mata,
De prazer o meu desejo.
Que é apenas seu beijo,
Esse meu grande desejo.
E o teu beijo é o desejo,
Do prazer que cala,
A morte do meu desejo.

Busca
Nessa noite vou em busca do teu olhar
Saio distante não consigo encontrar.
Volto desesperado quando olho você do meu lado.
Não sei nem o que dizer...
Quero ficar com você!
Mas por favor,
não saia sem dar explicação!
Pois o que tenho é sentimento.
Que não gosta de solidão.
Por isso quero sua presença

Que é a minha conformação!

Tento não falhar
Tento não falhar ao te lado.
Tento não falhar,
mas sempre da tudo errado.
Eu tentei, mas agora nem isso eu sei
Belos sentimentos de um nobre coração.
O amo vem primeiro em seguida a perdição
Uma mente sã, não falha com eu falho.
Mas tudo que eu que eu quero dá errado
Tudo por que estou pensado no prazer
Tudo por que estou pensando em você
Saio na rua pelado desesperado
Saio na rua em busca do meu outro lado
Eu grito, eu choro, eu quero...
Você é a pessoa que espero!
Eu grito, eu choro, eu quero,
mas não é por você
E pelo meu prazer.
Eu sou assim, eu ajo assim
Desgarrado e você que se mal trata por eu não te querer.
Fala que canto muito mau, mas o que posso fazer,
Mostrar meu potencial!
Mas não to nem aí nem aí eu to pra querer ouvir!


Funcionar
A hipocrisia dessa vida, não me deixa funcionar.
As ganâncias dessa vida não me deixam respirar!

Um revoltado não fala nada em vão.

Tenho minhas idéias
, e não julguem meu nome vão!
Faça o que você quizer,
erre quantas vezes puder.
Continuo errando, mas o que posso fazer,
não erro por errar.
Erro nessa minha ânsia do prazer encontar.



João de todos
Mas o que acontece com a minha mente?
Aos meus amigos apresento-os, eu preciso.

Conscientizar e guiá-los a viajar

Oh! Meu amor, por onde passa fica paz e amor,
navegando eu vou, e guiado pelas ondas
e fungindo do
horror e da hipocresia,
que me sufoca nessa hora, que às vezes
apavora,
quero amanhã acorda e por várias milhas viajar com você,

Me levar por mim e me deliciar com você.

Eli
O papel branco
Branco o papel excitante
Excitante o papel elegante

Branco papel elegante
E sempre branco, o papel excitante.
Por mais que queime o papel de seda
Sempre sara aliviante.

Consciência
Com você me sinto segura, se você é,
Ilegal não me importa!

Gosto de você, na verdade acho que...

Amo você, algumas pessoas sentem,

Raiva de você, vocês podem até imaginar o porquê.
Rico em chame, te admiro gostoso, mas destruidor.
Olha gosto de você, mas não é quevai me levar!


Chão
Um dia ao cair no chão
Aquele sentimento bom e a emoção
Recebi um telefonema e não sabia

Que o silêncio era você na outra linha

Ao perceber a ilusão, comecei alimenta-la achando
que era paixão.
Achei que ia te-lo na mesma linha

E agora percebi que não-o tinha

A verdade é que por mais que eu esteja com alguém

Esse alguém parece ser ninguém.

A verdade é que eu sempre serei sozinha.

Que não vai ter ninguém na outra linha.


Sibarita ao menos uma vez
Quando vou beijar seus lábios?
Não sei, mas quando beija-lo,
Quero senti-lo profundamente,

Até sentir os seus desejos mais profundos.
Num instante,

Minh’ alma ira tomar conta de teu corpo,

Como ninguém conseguira te dar um êxtase tão viciante
Desejo-te tanto que já não sei mais,

Onde guardar tanto desejo

Desejo teu corpo, tua mente,
teu subconsciente

Mas tudo começa assim com sentimentos bons e ruins.

Quando menos perceber o carinho,
ao mesmo tempo ilusão, raiva,

Tudo ira virar lembrança,
espero que essa esperança,
que vai ficar na lembrança,

A ilusão, que você me faça a sentir-me sibarita ao menos uma vez


Proibido
O que fiz foi errado, gosta do dia quente num dia frio e molhado.
Às vezes te mato e adoto a solidão.

Sei que to errado em ficar na escuridão.

Gosto de odiar você,
de gostar de você.

Só posso dizer,
que o animal não é propriedade minha.

Esta no sepulcro da minha bomba circulatória de sangue.

E esses pobres neurônios que esperam o proibido,

Esperam a morte do inimigo, que está no poder.

Proibido gostar,
pensar ou olhar,
permanentemente gostar de você!


Epígono
A verdadeira rutilância de um ser simplório,
será ver futuramente seu epígonos a idolatrai-la ao seu redor.

Isso te fará um ser mais util ou talvez fútil.



Por que não!
Não me ame,
Por que nunca te amarei!

Não se iluda,
Por que nunca irei iludi-lo!
Não me perdoe,

Por que não irei perdoá-lo!

Não esqueça o que fez comigo,

Por que não esquecerei,
as sacanagens que fiz com vocês!


Somos um bando de abutres
Nesta terra miserável.
Que vive a vida na humilhação.

Que vive se humilhando por um reles perdão.

A sensação de ser banido é realmente inexplicável!

Inexplicável é o amor que agente tem e os odeia.

Que machuca e incendeia aqueles pobres corações!

Busca
Nessa noite vou em busca do teu olhar
Saio distante não consigo encontrar.

Volto desesperado quando olho você do meu lado.

Não sei nem o que dizer...

Quero ficar com você!

Mas por favor,
não saia sem dar explicação!

Pois o que tenho é sentimento.

Que não gosta de solidão.

Por isso quero você minha conformação!

Vou expandir
Vou dizer o que você não quer ouvir
Eu vou falar o que minha mente quer expandir

Tenho idéias que aqui vou deixar.

Deixarei o que muito vão criticar!

Vão criticar o meu jeito de pensar.

Vou falar o que preciso desabafar.

Se vocês gostarem,
nem aí eu to para o que falarem,

Não é maneira de se expressar,
mas a melhor pra iludir!

Vou cantar o que meus ouvidos querem ouvir.

Minha mente me induz a fala e magoar.

E é por isso que nesse estado você está!
Dizem que sou ovelha negra e desgarrada.

Mas desgarrado é você que está rebolado por eu te querer.


Grita e consome
Essa voz que grita teu nome, com ódio e dor,
O prazer de amar essa obsessão por ti.

Sendo que você não está nem aí.

O que meu olhar diz e o que você pensa e me diz.

Deseja-te, te devoram, te consome.
Mas depois tudo some apenas corroí consome.



Você
Achei que tudo era tristeza.
Que não existia beleza
E que era belo o triste,
Espírito que morava no meu coração

Veio e me mostrou,
fez sentir calor e emoção.

Esse homem me deixou louca, é você mesmo João!

Que trouxe alegria, abriu me coração.

Fez amar, sonhar e você amar.

Acreditar no amor seja ele como for!

Te amo e não nego você é que eu quero!

Não senti sua pele,
Nem abracei o seu corpo.
Muito menos o beijo, mas até já sei o gosto!
Adoro sonha acordada e viajar na imaginação

Por que tenho você em meu coração!

Quero te possuir e com você seguir no gozo da eternidade!

Seguindo nessa viajem de prazer e emoção!

Sinto agora que tenho sentimento onde pulsa um coração!


Onde está
Às vezes bate a solidão e não tem nada pra fazer
Uma tristeza sem motivo, que não da pra entender.

Não sabe o que pensar, muito menos cantar, parece que tudo que estava na memória sumiu.
Agora fico aqui pensando procurando o que fazer,
Não tem nada pra fazer lembrar,
minha memória foi embora.

Percebi que algo me faz lembrar que nesse momento escrevo me pensamento.

Esse momento faz lembrar que eu posso escrever esse momento achando que nada penso,
mas que na prática, não paro de pensar.


...Te quis...
Você apenas usou.
Não quis nem saber.
O que você plantou,

Deveria colher.

Tem muito carinho aqui

Onde você passou e plantou

Aquele que te quis
Que sempre te amou

E a tristeza que ficou

E tudo que era amor
Sumiu, acabou.

Pecado
Beijar é pecado?
Mostrar seus verdadeiros sentimentos é pecar?

Pois se isso é pecar sou uma grande pecadora!

Uma pecadora, em busca do grande causador do pecado de minha eternidade!

Se alguns pecam por prazer eu peco em busca do meu prazer!

E você peca?


Escritos no período de 2002 a 2004
Ana Cavalcante

Falsas Luzes

Você já parou pra pensar como nós seres humanos nos enganamos constantemente com as pessoas!? Parou também pra pensar o por que desse engano? Parei pra pensar e cheguei a conclusão que: Somos iludidos com tudo que os nossos olhos vêem, por gostar do que vemos, muitas vezes escolhemos a maçã “envenenada”, nos encantamos com algo que não temos noção da qualidade e do que isso pode nos causar, muitas pessoas são assim como a maçã “envenenada”, belas por dentro e altamente prejudiciais a saúde, não só física com a dor que depois causa em nossos estômagos e corações, ainda mais em nossas almas, em nossas mentes...
A acidez com que corroí nossas almas, porque vemos elas e assim criamos a ilusão, de que sua alma tem a mesma beleza, são como as belas frutinhas que ao vermos nossa boca enche instaneamente de saliva de tanto desejo que temos, para degustar aquela coisinha linda, ao sentir a acidez, vemos o quanto nossa visão nos enganou, assim aprendo que não posso querer ver tudo com esse olhar, vejo que é preciso utilizar meus sentidos não só sensoriais, mais os espirituais, preciso sentir algo além, algo metafísico para que não me engane e que seja consciente nas minhas decisões, mais nem todas as pessoas estão preparadas para isso, daí começa a confusão, os conflitos, e as perguntas: Porque é assim? Porque não fez o que pensei? Porque age dessa forma? Não era nada do que pensei que fosse! Eu quero que seja aquilo que eu vejo! Tento fazer com que se torne a mesma coisinha linda com que vejo por fora, seja por dentro, tentar fazer com que continue assim, mais chega uma hora que não dá mais pra suportar, pois o que sinto, com sua presença, não é como o prazer, que tem ao olhar-te.
É isso que eu quero que você meus caros possam sentir e depois abrir os olhos, e sentir primeiro, é muito mais claro do que você possa imaginar, será muito mais surpreendente e bom você abrir os olhos depois de sentir para ver a beleza que realmente há dentro de alguns seres, pois cada ser é singular, sua beleza também, agora depende de você decidir se respeita aquela beleza diferente da sua, e aceitar como ela é, só vemos o que desejamos, não sinta apenas o que você quer sentir, sinta o bom e o ruim, para assim seja mais consciente e aprenda a sentir e distinguir o que sente, e não apenas o que quer sentir, mais uma vez para reforçar, queridos amigos, quero que sejam consciente, quero que saibam distinguir o que sentem, não quero que se enganem com a beleza exterior enquanto seu interior seja envenenado, não quero que vocês sofram por um erro, que pode ser evitado, não quero que vocês sofram pela deficiência de não desenvolver uma visão interior, que vocês não foram capaz de desenvolver, ainda há tempo, só precisa praticar, pratiquem.
Cultivem a sensibilidade!

Ana Cavalcante

Tentando melhorar um ser



A razão que odéia e o coração que ama
Eu te odéio!
Você é um animal verdadeiramente sem racionalização alguma, sabe por que o odéio tanto?
Por que você não é capaz de deixar transpirar seus sentimentos, eu nao quero lhe ouvi dizer mentiras achando que vai me agradar, o efeito que isso me causa é totalmente o oposto, pois sei muito bem quando me fala algo verdadeiro, dizem que o coração é cego, é realmente ele não tem olhos, mais se você souber usá-lo adequadamente, você enxergará bem melhor que os olhos, e e por usar o meu coração que as minhas percepções, vejo não só porque quero mais posso realmente perceber o todo, assim sabendo distinguir o bom e o ruim, eu não quero viver feliz com mentiras, por que não gosto de viver ilusões, é triste quem vive dessa maneira, por que não vive e acaba se privando de viver a realidade, eu tenho um coração que simplesmente ama conhecer as sensações que o mundo real nos faz sentir, gosto de viver tudo com intensidade seja de sentimensto bons ou ruis, você deve ta criticando né?! Pensando que sou louca por viver intensamente as coisas ruins, então me responda como é que vou descobrir as coisas boas da vida se não conseguir provar das amarguras da vida? Se eu mentir seja no que for, eu não estarei enganado ninguém mais além de mim mesma, asssim me privando de conquistar a minha emancipação, pelo egoísmo do meu medo, de ser rejeitada pelos meus pensamentos, me privando da tão procurada liberdade. Minha razão odéia tuas visões ilusórias, e meu coração ama te mostrar a realidade, para que assim você possa realmente encontrar um dia a felicidade.
Desabafo em (03/09/2007)

"As vezes minha acídez ajudam as pessoas, a melhorarem como ser."

Ana Cavalcante

Frases



“Quando nos aprisionamos nas cadeias de nossos pensamentos, descobrimos nossas curas.”
“Até pensei em fazer algo para desmoralizar aquele que não é digno dela, mais se fizesse isso teria o mesmo valor daquele que não sou me valorizar.”
“Em nossas cabeças passam-se milhões de loucuras, perversões a qual destruiríamos a vida de qualquer um que interrompesse nossa felicidade, e os que não saciam a sede da vingança, são seres conscientes das conseqüências que roubariam a paz dos nossos corações.”
“Ajoelho-me diante do erro, pois ele conseguiu me enganar, me deixei enganar por ver com os olhos do egoísmo e não com o olhar do todo, para que pudesse distinguir o bem e o mal.”

Ana Cavalcante

Encontrando escritos do passado



Mi vida

Quando paro e penso no que somos e como deveríamos agir, logo começa uma confusão das minhas idéias, hora eu penso "é assim que é legal, é assim que eu devo ser", mais daí lembro que a educação que foi dada a mim, não permite, "é feio, ruim", sendo que isso que me faz feliz, mas daí o tempo vai passando e não consigo construir algo fixo, minhas idéias oscilam todo o tempo, meu bom humor virá mau, o mau vira bem, minha cabeça começa a rodar, fico tonta, já nem sei o que fazer, daí ele chega e senta bem na minha frente, abre o jornal e começa a tomar o café, olha desconfiado, é interessante, mais por que eu não consigo tanta calmaria e controle como ele demostra ter, eu nem demostrar consigo, que vida cruel essa, que me faz ofegar, por algo que nem sei o que é , tem um jeito meu fechado, calado, olha meio cabisbaixo, jeitinho tímido... Sim voltando ao assunto, qualquer coisa me tira a concentração.

23/03/2009

Músicas, poemas... A estética do ser exposta nas artes.




Desde cedo tive bom gosto músical, ora... nasci na melhor época da música brasileira então todo o rock nacional dos anos 80 eu consegui absolver um pouco de cada, na MPB também, hoje busco coisas que ouvir na minha infância e que desejo conhecer mais, gosta também de reggae, adoro um grupo chamado Ethiopians, gosto de alguns bregas, aqueles que são cantados os sentimentos de maneira bem viceral. Adoro!!!
Adoro música, e o que mais me atraem, são as letras, nossa tem cada música que me encontro ou que me leva a buscar-me dentro do do meu ser, que jamás imagenei tais sensações.

Os poemas conheci Agusto dos Anjos cedo, minha irmã esta no segundo grau estudando o modernismo, apesar de que todos que o conhecem sabem o quanto ele é pós moderno, moderno até pros dias atuais, quanto mais o de sua época. Gosto também de Carlos Drummond, Fernando Pessoa, FlorBela, Mário de sá Carneiro, Manoel Bandeira, Mário Quintana...
Entre outros.

Quando criança

Estou escrevendo minhas memórias, para que não esqueça, do meu passado, pois sei que meu fim será com alzheimer, e quero tentar não esquecer quem eu sou.


Desde criança gostava de ver as coisas diferentes, minha família recorda quando eu tinha uns 2 anos de idade sumi de casa, quando a mãe me encontrou eu estava num clube já com um biquine que me arrajaram e as pessoas prontas pra querem me adotar....rs...
Outro sumisso eu já tinha uns 4 anos minha irmã que tomava conta de mim coitada até hoje tem uma promessa pra pagar por ter me achado... Eu não era de fazer danações. rs...
Lembro que quando ficava só com meu irmão mais velho eu tinha uns 5 anos ele já seus 10, nos pendurávamos nas linha do telhado p/ pular dentro de um tanque cheio d'água, que havia na casa onde morávamos, ele sempre tentava me afogar, lembro bem dele dizendo: "Morre desgraçada, morre!", nossa ele era uma peste.
Dona Dária
Essa foi uma personagem marcante das minhas traquinagens e dos meus irmãos, nossa aprontávamos bastante com ela, você deve se perguntar quem é? Dona Dária Moça e velha e virgem assime ele dizia. rs... Dúvido! Como todo rapaz e moça velho são pense numas pessoas chatas... Ele chegava lá em casa pra passar 3 meses, mais não ficava mais que 7 dias, não deixava nós assistimos tv, nem ouvir música por que doia a cabeça dela, o porque, ainda estou pra saber... falava que não chupava picolé por que a boca inchava, é realmente inchou no dia que resolvi fazer uma picolé de pimenta pra descobrir quem comia meus picolés na madrugada.
Acho que até hoje ela deve ter uma audição ótima, ela muitas das vezes andava sempre acompanhada por crianças, geralmente era o Átila, mais um dia ela apareceu com uma menina devia ser da minha idade uns 8 anos, eu brincando com Verônica enchi uma seringa enchi de acha, e água sanitária, brincando ia esguichar na parece em cima da rede dela, errei a mira e a água foi toda para dentro do ouvido dela... Aí já sabe né... Ele se foi novamente e pude ficar em casa sem encômodos... Ele morria de medo de sapos, pediámos para os vizinhos colocarem dentro dos bolsos do vestido dela... Uma vez meu irmão e minha prima colocaram ovos dentro da bolsa e muitas teia de aranha... Ah! Também cheguei a esfregar cansansão na calcinha dela, ela nunca reclamou da coceirinha, acho que ela pensou que estava com alguma doença venéria, por isso não foi reclamar para os meus pais. rs... São milhares de histórias verídigas da Dona Dária, meu irmão fez ela fazer xixi na mesa na hora do almoço... enfim Ah! Uma do Átila que não posso deixar de contar: Ele levou o Átila pra ficar lá em casa, amarramos o coitado no pé da cama e deixamos ele no escuro, quando vimos que ele tava quase desmaioando de medo retiramos, mais não terminou...Ao chegar a noite, a velhota dormia cedo, tive a idéia de amarrar uma linha na perna da cadei que estava perto da rede onde eles dormiam, ele dormiu logo mais o Átila ainda acordado, começará a se assombrar com a cadeira que balançava sozinha, aí começou: -Tiaaa! Tiaaa! a cadeira ta se balançando só... ele acordava, e não ouvia e muito menos via nada.
- Cala a boca e vai dormir, menino doido!
E novamente a cadeira de balançava...
-Tiaa! Tiaa! olha aí a cadeira!
-Cala a boca diabo deixa eu dormir!
A cadeira...
-Tiaaaaaaa!
-Vai dormir diabo! E o pobre foi dormir de tanto chorar da pisa que levou.
Tadinho, eu era muito impiedosa.
Uma coisa ela me ensinou que até hoje, não vi ninguém fazer bruaca mais gostosa que a minha.
Brinquei de boneca até os meus 15 anos, ainda peo nelas mais não tenho mais tempo para brincar, é chato ter responsabilidade financeira! Mais as vezes é bom também! Não vou negar.
Até essa idade mais ou menos também juntos com meus irmão aterrorizávamos os nosso vizinhos menores, fazendo coisas assombrosas, fazendo a mulecada fazer xixi nas calças, vomitar... fazer todos inclusive nos mesmos... Nossa eram muitas aventuras, diversão sem sair de casa, rs... Adorava me balançar bem alto e me jogar na parede, brincar de sasaricano...essa brincadeira é invensão nossa lá em casa...quem se interessar em saber o que é deixe comentário e eu direi como é a putaria. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Meus primos e primas deve lembrar muito bem das locuras. rs...