01/09/2009

Declínio



Quanta insatisfação ao vê-lo assim de repente, me faz mal sentir sua presença. As náuseas, o desconforto espiritual, é irritante, e constantemente me sufoca. Quero que você não seja, que vá embora e não volte nunca mais! Vá pra bem longe, onde nem meus sonhos possam te alcançar. Queria que minha memória te esquecesse! Não gostaria que você morresse, mas preferiria que você nem tivesse nascido.
Ana Cavalcante

Nenhum comentário: