16/06/2010

O Ser e a Felicidade


Ser feliz é ter o que todos têm, é mostrar-se o quanto é superior ao ser de sua mesma espécie? Por que, pelos objetos que você possui, acha que isso realmente te faz superior a alguém? Acha mesmo que pessoas de vida simples também não se sentem felizes? Talvez sejam até mais feliz que você, que se acha superior, no caso essas pessoas não tem nada de material pra lhe oferecer, mais eles provavelmente tem o que você acha que tem amigos. Teste algum amigo seu, peça algo que geralmente só você tem, acho que você já sabe a resposta. As pessoas de vida simples lhe acolherão independentemente do que você possui. A problemática do ser é a busca incessante à felicidade, as pessoas não conseguem entender que não existe felicidade constante, o que há na verdade são momentos felizes, e que não há problemas, que não haja soluções e que as soluções só são prazerosas se houver dor, sofrimento, angústia, essas palavras são interpretadas de forma negativa, mas se não existissem, não saberiam distinguir as qualidades, assim não sabendo o porque, a causa do desejo de realização, os seres humanos vivem constantemente fugindo de seus sentimentos, só querem viver o final, não gostando começo e do meio, claro o final que é o prazeroso, não querem se dá o trabalho, o esforço para alcançar o desejo de realização, enfim o prazer da conquista e realização. Querem tudo fácil, nada de correr, nada de sofre na luta por algo. Não querem ter o prazer da vivência através do sofrimento a realidade posta pelos seus atos, é assim que a alienação consegue dominar e contamina a juventude, que está sendo criada sem conhecer o trabalho que se dá para conquistar algo que de fato lhe causa significância através de suas produções. Quem lhes disse que será fácil viver neste mundo? Sempre digo aos meus amigos e inimigos que: “Todo sofrimento tem sua recompensa.”, nada é de graça, o que fez e quem é você para merecer virtudes mais que as outras pessoas, que aqui estão? Plante uma semente, se dedique ao um amor incondicional sem interesses, do que ela pode lhe oferecer, ela crescerá e lhe dará o prazer do orgulho, que sentirá por ter plantado algo que independente do que ela produzirá, servirá não apenas para você mais para o próximo. Não ganhará nada através de interesse em benefício próprio, “passando por cima” de qualquer um só pra se satisfazer com algo ao qual não terá valor, pois não foi feito esforço algum, aquilo ao qual você não lutou, para e para os outros não terá nenhum valor. Não lutou para merecer o reconhecimento que se dá aos guerreiros da solidariedade, da bondade, que para lhes oferecer seus atos teve que ir a luta e defender pessoas que nem as conhecia mais seu pensamento era que aquelas pessoas são humanas e necessitam do esforço para que também busquem ajudar os outros que necessitaram tanto quanto a si e que lhe foi ajudado sem pedir nada em troca. As mazelas atuais causadas pelo comodismo, a satisfação pelo pouco que tem e que lhes satisfaz através das máscaras postas na alma através das alucinações causadas pelo álcool, e outras drogas, enfatizo principalmente o álcool, pois é a droga mais acessível a todas as classes sociais, sofrimento não causa nenhum trauma, o que pode traumatizar um ser, se chama violência seja ela como: verbal, física, etc. Não tenha medo do sofrimento, ele é bom, é o equilíbrio entre positivo e negativo, você tem que ter o bem e o mal dentro de si, para que se possa ter uma vida de momentos felizes , aprenda a domar essas feras que há dentro de você, não deseja a ninguém o que você não quer para si, sou feliz quando alegre e quando triste. Aprenda a degustar o seu ser, você tem inimigos? Quem não tem?! Quero que pense uma coisa, deseje sempre o bem, independente do que você sente pelo próximo.

16/06/2010
Ana Cavalcante

07/06/2010

CRUZAR OS BRAÇOS, JAMAIS!



O que significa ser aluno e cidadão?
Bem irei começar pelo o que o dicionário diz: Aluno – Pessoa que recebe educação de algum mestre ou mestres, em estabelecimentos de ensino ou particulares; estudante, educando, discípulo. Aquele que tem escassos conhecimentos em certa matéria, ciência ou arte, aprendiz. Indivíduo natural de certa terra, país, ou lugar; natural, filho.
Cidadão – Indivíduo no gozo dos direitos civis e políticos do estado, ou no desempenho de seus deveres para com este. Habitante da Cidade. Indivíduo, homem, sujeito.
Agora me respondam o que vocês fazem para serem bons alunos e bons cidadãos e poderem gozar de seus direitos, o que está sendo feito com os impostos pagos pelos seus pais e por vocês, através do que vocês consomem e como estão sendo aplicados esses impostos, você está realmente desfrutando do que é de seu direito?
Vamos refletir você é estagiário em determinado lugar, e desempenha seu trabalho de forma brilhante, porém não pode ser contratado pelo órgão ao qual você trabalha, porque é lei, isso se enquadra nos órgãos federais que você só pode ser um funcionário e se tornar efetivo, através dos concursos públicos, você passa por várias avaliações para ser estagiário, través às vezes bem mais do que os efetivos que estão em seus cargos, e não ter nada em sua carteira de trabalho, o que servirá para algum emprego pela experiência adquirida, porém quando for me aposentar, essa experiência não serviu de nada além de ter perdido tempo na minha carteira de trabalho. Acredito que é assim que se sentem os nossos professores substitutos, que tanto se esforçam para estarem sempre presentes e nos ensinar a seremos bons profissionais na carreira que optamos para trabalhar e acima de tudo fazer com que esses anos passados dentro de uma universidade, nos tornem responsáveis por aquilo que decidimos ser, e que tenha valido a pena e que tenhamos aprendido com qualidade, o que é de direito de todo cidadão, e que não foi fácil para nós estarmos dentro de um à universidade por anos, e para aqueles que moram em outras cidades, que tenha valido a pena ter feito todos os dias uma viagem para chegar à universidade, mesmo tendo que por suas vidas em risco pela precariedade dos vários ônibus e etc. para que chegasse a assistir as aulas, mesmo cansado da viagem, e com os problemas cotidianos, estamos aqui, resistindo ao cansaço e falta de conforto nos espaços físicos e educacionais que a universidade nos impõe.
Queremos professores efetivos em nossa universidade, esse é um benefícios para ambas as partes, não queremos só isso, é de caráter urgente em nossa instituição, alojamentos, restaurante universitário, bolsas de auxílio universitários...porém iremos cobrar a quem? Um reitor que foi eleito as “escuras”, vocês não acham viável poder cobrar de alguém que você ajudou a elegê-lo com seu voto? A luta pela campanha: Diretas Já! Foi com esse intuito, pela quais alunos empenhados no bem estar de si e do próximo buscou através desse movimento, a qual “forças ocultas” enviadas pelas entranhas de alunos preocupados apenas com si mesmo e com os benefícios em apoiar uma reitoria manipuladora e egoísta, que esquecesse que quem faz a universidades são os alunos que aqui estão e que tem todo direito de reinvidicar e cobrar melhorias porque dinheiro público é do povo, se pagamos através dos impostos, pagamos para que as instituições públicas funcionem, estamos apenas lutando pelo o que é de direito nosso!
INFELIZMENTE TEMOS COVARDES, ACOMODADOS, INCAPAZES, ASSIM VEJO NOS ALUNOS QUE SÓ SERVEM PRA OCUPAR CADEIRAS, E SEREM PÉSSIMOS PROFISSIONAIS POR QUE, NÃO SE IMPORTAM COM O PRÓXIMO, E MUITO MENOS COM A MELHORIA PARA TODOS, ALUNOS QUE SÓ QUEREM TER BOAS NOTAS, MUITAS VEZES SEM AO MENOS MERECER A NOTA QUE TANTO DESEJA E NEM AO MENOS FAZ POR ONDE, QUEREM DIPLOMA PRA DIZER QUE SÃO CAPAZES, CAPAZES NA VERDADE DE CONSEGUIR UM EMPREGO E INCAPAZ DE EMPREGAR A BONDADE, PESSOA QUE SÓ PENSAM NO PRESENTE, QUE NÃO LEMBRAM QUE TERÃO FILHOS, E COMO NOSSOS PAIS, IREMOS QUERER O MELHOR PARA NOSSOS FILHOS, A NOSSA LUTA DE HOJE É PRA CONQUISTAR O AMANHÃ OU QUEM SABE O NOSSO PRESENTE, FICA AQUI MINHA MENSAGEM E ESPERO QUE A REFLEXÃO DE VOCÊS, OS MOTIVEM A CRIAR CORRAGEM E VIR CONOSCO PRA ESSA LUTA, QUE É DE MAIOR INTERESSE PARA NÓS QUE QUEREMOS QUALIDADE NO NOSSO ENSINO, PARA QUE TAMBÉM TENHAMOS QUALIDADE COMO PROFISSIONAIS, OS ALUNOS QUE ME REFIRO, SÃO A MAIORIA QUE ESTÃO AÍ DE BRAÇOS CRUZADOS “ESPERANDO A MORTE CHEGAR”! E VOCÊS QUE FICARAM AÍ DE BRAÇOS CRUZADOS, TAMBÉM PODERÃO NO FUTURO SER DESVALORIZADO FEITO OS PROFESSORES QUE ESTÃO AQUI LECIONANDO SEM OS DIREITOS, BENEFÍCIOS... QUE O GOVERNO PODE LHES PROPORCIONAR, MAS JÁ QUE OS GOVERNANTES NÃO PROPORCIONAM, O QUE NOS RESTA É IR A LUTA E COBRAR!

Ana Cavalcante