16/06/2010

O Ser e a Felicidade


Ser feliz é ter o que todos têm, é mostrar-se o quanto é superior ao ser de sua mesma espécie? Por que, pelos objetos que você possui, acha que isso realmente te faz superior a alguém? Acha mesmo que pessoas de vida simples também não se sentem felizes? Talvez sejam até mais feliz que você, que se acha superior, no caso essas pessoas não tem nada de material pra lhe oferecer, mais eles provavelmente tem o que você acha que tem amigos. Teste algum amigo seu, peça algo que geralmente só você tem, acho que você já sabe a resposta. As pessoas de vida simples lhe acolherão independentemente do que você possui. A problemática do ser é a busca incessante à felicidade, as pessoas não conseguem entender que não existe felicidade constante, o que há na verdade são momentos felizes, e que não há problemas, que não haja soluções e que as soluções só são prazerosas se houver dor, sofrimento, angústia, essas palavras são interpretadas de forma negativa, mas se não existissem, não saberiam distinguir as qualidades, assim não sabendo o porque, a causa do desejo de realização, os seres humanos vivem constantemente fugindo de seus sentimentos, só querem viver o final, não gostando começo e do meio, claro o final que é o prazeroso, não querem se dá o trabalho, o esforço para alcançar o desejo de realização, enfim o prazer da conquista e realização. Querem tudo fácil, nada de correr, nada de sofre na luta por algo. Não querem ter o prazer da vivência através do sofrimento a realidade posta pelos seus atos, é assim que a alienação consegue dominar e contamina a juventude, que está sendo criada sem conhecer o trabalho que se dá para conquistar algo que de fato lhe causa significância através de suas produções. Quem lhes disse que será fácil viver neste mundo? Sempre digo aos meus amigos e inimigos que: “Todo sofrimento tem sua recompensa.”, nada é de graça, o que fez e quem é você para merecer virtudes mais que as outras pessoas, que aqui estão? Plante uma semente, se dedique ao um amor incondicional sem interesses, do que ela pode lhe oferecer, ela crescerá e lhe dará o prazer do orgulho, que sentirá por ter plantado algo que independente do que ela produzirá, servirá não apenas para você mais para o próximo. Não ganhará nada através de interesse em benefício próprio, “passando por cima” de qualquer um só pra se satisfazer com algo ao qual não terá valor, pois não foi feito esforço algum, aquilo ao qual você não lutou, para e para os outros não terá nenhum valor. Não lutou para merecer o reconhecimento que se dá aos guerreiros da solidariedade, da bondade, que para lhes oferecer seus atos teve que ir a luta e defender pessoas que nem as conhecia mais seu pensamento era que aquelas pessoas são humanas e necessitam do esforço para que também busquem ajudar os outros que necessitaram tanto quanto a si e que lhe foi ajudado sem pedir nada em troca. As mazelas atuais causadas pelo comodismo, a satisfação pelo pouco que tem e que lhes satisfaz através das máscaras postas na alma através das alucinações causadas pelo álcool, e outras drogas, enfatizo principalmente o álcool, pois é a droga mais acessível a todas as classes sociais, sofrimento não causa nenhum trauma, o que pode traumatizar um ser, se chama violência seja ela como: verbal, física, etc. Não tenha medo do sofrimento, ele é bom, é o equilíbrio entre positivo e negativo, você tem que ter o bem e o mal dentro de si, para que se possa ter uma vida de momentos felizes , aprenda a domar essas feras que há dentro de você, não deseja a ninguém o que você não quer para si, sou feliz quando alegre e quando triste. Aprenda a degustar o seu ser, você tem inimigos? Quem não tem?! Quero que pense uma coisa, deseje sempre o bem, independente do que você sente pelo próximo.

16/06/2010
Ana Cavalcante

Nenhum comentário: